Nota Fiscal Gaúcha

Publicado: Quarta, 31 Agosto 2016

VOCÊ TEM RECEIO DE INCLUIR SEU CPF NA NOTA FISCAL?

Leia este informativo:

Muitos consumidores deixam de informar o CPF por temer que o governo estadual passe à Receita Federal dados sobre os valores gastos e verifique padrões de consumo incompatíveis com as informações registradas na Declaração de Imposto de Renda. Mas, existem várias evidências que deixam claro que o objetivo principal do programa é evitar a sonegação e que os dados não são cruzados com a Receita. Os dados do Nota Fiscal Gaúcha não são repassados à Receita, até porque ela tem instrumentos muito mais eficazes para fiscalizar a renda do contribuinte. A Receita Federal tem acesso a dados bancários, ao consumo do cartão de crédito, à movimentação imobiliária, entre outros. A informação do programa nota fiscal gaúcha é muito pequena perto desse arsenal. Caso o objetivo dos programas fosse a obtenção de dados sobre as movimentações financeiras dos cidadãos, uma das exigências seria que os consumidores informassem, obrigatoriamente, o próprio CPF e comprovassem, por meio de documentos como RG e carteira de habilitação, que o CPF informado é de fato seu. Como não existe nenhum tipo de exigência nesse sentido, uma família pode concentrar todas as notas em um CPF para que os créditos sejam repassados a uma única entidade, por exemplo. Sendo assim, os valores acumulados no programa não são necessariamente compatíveis com a renda do participante e, portanto, não são úteis para comprovação de renda individual.

Comece hoje mesmo a inserir seu CPF na nota fiscal e ajude o Lar Bom Abrigo!!!

Acesse Nota Fiscal Gaúcha em: www.nfg.rs.gov.br

FONTE: http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/noticias/voce-tem-medo-de-pedir-cpf-na-nota-fiscal-pois-nao-deveria

Acessos: 321